Apesar do grande número de fãs, a Intruder deixou de ser vendida no Brasil e deu lugar a Chopper Road.

A pequena custom vendida no Brasil desde 2002, foi aposentada no país e ao invés dela a Suzuki está trazendo a Chopper Road 150, que é um pouco maior que a Suzuki Intruder e é feita pela marca Haojue, a parceira chinesa da Suzuki.

Resultado de imagem para intruder x chopper

Antes que os “intrudeiros” torçam o nariz, vale saber que é a própria Haojue quem fabrica a Intruder 125, em duas configurações distintas — HJ125-8K e HJ125-8F. Ambas são a mesma motocicleta, mas a segunda tem os retoques que vemos no Brasil desde 2015 (painel diferente, lanterna maior, emblemas e outros detalhes).

A Suzuki não explicou a estratégia, mas segundo concessionários a substituição se deu porque a nova moto é mais barata: embora também fosse feita pela Haojue, a Intruder era vendida no Brasil com a marca Suzuki. Por isso, a chinesa pagava royalties à japonesa, aumentando o preço final. Dado o parentesco, a Chopper Road 150 poderia até ser vendida com o nome de Intruder 150, mas cairia no mesmo problema. Tanto que a J. Toledo, que vende as motos da Suzuki no Brasil, teve que abrir outra razão social para vender as Haojue (e, no embalo, os scooters da taiwanesa Kymco). Enquanto as últimas Intruder 125 foram vendidas aqui por R$ 7.500, a novata Chopper Road 150 sai por R$ 6.500. E, nesse segmento, R$ 1 mil a menos já são muita coisa.

A Intruder 125 deixará saudades. Nascida no Japão em 1982, viveu 15 anos no Brasil. O começo foi duro: pouca gente deu bola para aquela moto magrela com pintura sem graça em cores sólidas e acabamentos quase toscos. Foi só ali em meados de 2007, acompanhando o boom no mercado brasileiro de motos, que a Intruder pegou embalo.

Na época já havia mudado um pouco. Tinha cores mais interessantes, acabamento melhorzinho e começou a ganhar fama de moto inquebrável, com manutenção fácil e barata. Ao longo dos anos sofreu poucas mudanças (em cores, emblemas e adesivos), e só em 2015 passou por alterações mais relevantes (luzes, painel e escape). Mas a legião de fãs sempre esteve lá, fiel à moto — que ainda tem a vantagem de ser pouco visada por ladrões.

A Chopper vem com a promessa de ser tão admirada quanto a Intruder e de se tornar a nova queridinha custom de baixa cc do Brasil. Ela dispõe de motor monocilíndrico (ainda carburado!), mas com 149cm³, 11,2cv, 1,1kgfm e 130kg. O site da marca destaca um consumo de até 43km/l e características comuns como “acelerador com cabo de aço”, “chicote com material tubular” e “trava de direção com chave integrada” como se fossem uma revolução.

 

SAIBA MAIS SOBRE A HAOJUE CHOPPER ROAD: 81.996640670 (Whatsapp)

 

Fonte: https://goo.gl/gwCcg1